DESINTERAÇÃO

About this site

Um blog como experiência de um Trabalho de Diplomação, hãn? Um blog? Uma experiência? Um trabalho de diplomação? Oi?
Ah, você não está entendendo nada, é? Dê aquela zapeada por aqui e tenha suas dúvidas esclarecidas! Ou não…

Recapitula

Com relembrar é viver, vamos dar aquela recapitulada no conteúdo do que foi visto até agora, aqui no DESINTERAÇÃO. {Oh yeah, isso será importantíssimo para o desenrolar do blog daqui pra frente!}

Então tá, nosso background até agora para tentar compreender um pouco do design gráfico pós-moderno foi:

#Antes de tudo, para compreender o pós-modernismo precisa saber o que foi o Modernismo, certo? (aqui e aqui);
#Os movimentos de Contracultura e os anos de 1960 e suas influências socioculturais que acarretaram na mudança modernidade / pós-modernidade (aqui, aqui, aqui e aqui);
#Os anos 70 e o início da aplicação do pensamento pós-moderno (aqui);
#Depois a parte mais teórica dos conceitos, teóricos e pensadores pós-modernos (aqui, aqui, aqui e aqui);
#E a partir disso, foi visto o início dessas características/ideais pós-modernos aplicados na arte com a Pop Art (aqui e aqui), e no design com as ilustrações do Push Pin Studio (aqui e aqui), e os cartazes do Psicodelismo (aqui, aqui, aqui, aqui e aqui);
#Por fim, o Antidesign foi o que realmente apertou o star para os movimentos caracterizados como pós-modernos no design (aqui).

UFA! Já foi visto um bocado de coisa, hein! Vale lembrar todo esse conteúdo visto até agora não é considerado-consideraaaado pós-moderno ainda. Eles apresentam, aqui e ali, algumas características pós-modernas… Complicou? Todos esses acontecimentos, movimentos e afins, tiveram sua contribuição para o que se tornaria o pós-modernismo. Ás vezes causando grandes estardalhaços, como foram os movimentos de contracultura; outras apenas dando uma nova visão e significado para o que já existia, à la Push Pin Studio.

Bom é isso, já deu para perceber que o terreno já foi preparado! Agora só {só} falta iniciar realmente nossa saga para o tããão falado design pós-moderno. Segura a empolgação que o próximo post será o chute inicial!